Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


Relação com a base desafinou

Relação com a base desafinou

Segundo José Guimarães, Dilma disse estar “absolutamente segura”

06/07/2013

 

Brasília. A relação do Planalto com a base aliada, que já não estava muito boa, “desafinou” após as tentativas da presidente Dilma Rousseff de dar uma resposta às manifestações populares por mais justiça social e menos corrupção. A avaliação foi feita pelo líder do PT na Câmara, José Guimarães (CE), ontem, após reunião da bancada do partido no Congresso com a presidente.

De acordo com Guimarães, o tópico principal da reunião foi a necessidade de recompor a base, especialmente em relação ao PMDB, principal aliado do PT no Congresso e que tem se oposto à realização de um plebiscito que altere as regras eleitorais já em 2014. “É fundamental a gente afinar a viola”, disse o líder do PT. A avaliação de Dilma, segundo o deputado, foi a de que “precisamos estar mais juntos”.


A cada vez mais delicada relação do Planalto com o PMDB foi comentada, em tom irônico, pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG), possível adversário de Dilma em 2014. Ontem, ele afirmou que, se fosse do PMDB, “também estaria muito insatisfeito” com o governo federal.

 

“A meu ver, o velho são o PT e a reação da presidente da República a todos estes episódios, de forma pouco generosa com o Brasil. Ela teve incapacidade de reconhecer uma responsabilidade sequer, sempre procurando transferir para governos de mais de dez anos, como se isso fosse possível, e para o Congresso Nacional”.

 

Imagem. Apesar das críticas da oposição e da própria base em relação à forma como a presidente vem conduzindo a crise social, José Guimarães saiu da reunião com Dilma desenhando um céu de brigadeiro em relação ao humor da presidente. Segundo ele, a bancada levantou-se espontaneamente e aplaudiu a presidente de pé.

“Eu quero confessar pra vocês que ela falou assim: confiem, porque eu estou absolutamente segura, não tem descontrole da inflação, eu vou enfrentar isso”, relatou o deputado. “O astral da presidenta está nas nuvens. Muito bom. Dissemos pra ela: o PT veio aqui pra te dizer que estamos com a senhora até debaixo d'água”.

 

Lula. O líder do PT buscou descartar quaisquer rumores sobre um suposto apoio de parte da bancada ao retorno, nas próximas eleições, do ex-presidente Lula. “Não existe esse debate. Firmamos a posição com a presidente. A presidente é quem vai liderar esse processo de mudança por dentro, de aprimoramento das políticas públicas. Não tem esse negócio de ‘volta, Lula’. A bancada está solidária”, disse José Guimarães.

 

Fonte: O Tempo


Comente:

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!