Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


Peixinhos Voadores comemora 11 anos e primeira-dama é escolhida como madrinha dos projetos sociais

 
 

Veja mais fotos: clique aqui.Na tarde deste sábado, 27, o comando da Polícia Militar comemorou os 11 anos de criação do projeto social Peixinhos Voadores, que, desde sua criação, em abril de 2002, já atendeu mais de 13 mil crianças e adolescentes na faixa etária de 6 a 17 anos.

 

A comemoração contou com a presença do subcomandante da Polícia Militar, pais dos participantes do projeto e da secretária de Estado da Inclusão e Mobilização Social e primeira-dama, Cláudia Capiberibe, que na ocasião representava o governador Camilo Capiberibe.

 

O tenente coronel Adilson de Souza Furtado disse que o objetivo do Peixinhos Voadores é incluir socialmente crianças e adolescentes em risco por meio da prática esportiva da natação, incentivando o crescimento físico e psicológico.

 

"Todos os projetos sociais da Polícia Militar são de fundamental importância. Eles despertam o civismo de crianças e adolescentes, formando no futuro cidadãos de bem e o Governo do Estado apoia e incentiva todas essas iniciativas da corporação", declarou Furtado.

 

Durante o evento, Cláudia Capiberibe foi surpreendida com o convite do diretor de Ação Social, tenente coronel Adilson Furtado, para ser madrinha dos projetos sociais da Polícia Militar.

 

"Mais que uma honra ser madrinha dos projetos sociais. Tenho agora o compromisso de ajudar a fortalecer e desenvolver as ações da polícia que visem à inclusão social, porque aqui se trabalha no presente para construir uma sociedade melhor no futuro", declarou a primeira-dama.

 

Idealizador do Projeto Peixinhos Voadores, Sebastião MotaO idealizador do projeto, Sebastião Mota, falou da seriedade com que são desenvolvidas as atividades e agradeceu o apoio do Governo do Amapá ao Peixinhos Voadores. "Aqui, formamos campeões para a vida e todos que trabalham no projeto fazem isso por amor", disse o professor Mota, como é conhecido.

 

A dona de casa Benedita do Socorro, que tem duas filhas no projeto, disse que as lições de cidadania que elas aprendem no Peixinhos Voadores mudaram até mesmo o comportamento em casa. "Elas estão mais responsáveis", resumiu.

 

 

Núcleo de Jornalismo/Secom

 

Agência Amapá

 


Comente:

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!