Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


Mortes registradas pelo DPVAT diferem do Ministério da Saúde

De janeiro a dezembro de 2012, o número de indenizações pagas pela Seguradora Líder, responsável pelo DPVAT foi de 60.752, conforme relatório estatístico anual publicado. Em contrapartida, segundo o relatório de 2010 do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, 40.610 pessoas foram vítimas fatais, sendo que 25% delas, por ocorrências com motocicletas.
 

O motivo dessa diferença, de acordo com a Seguradora Líder DPVAT é que “os dados do DPVAT levam em consideração a data do pagamento da indenização, enquanto o Ministério da Saúde considera a data da ocorrência”. Segundo eles, a vítima de acidente de trânsito tem até três anos para entrar com o pedido do benefício, o que necessariamente interfere na composição das estatísticas do Seguro DPVAT sobre indenizações pagas em determinado ano com acidentes acontecidos em anos anteriores.

 

Além disso, “o Seguro DPVAT não há um tempo limite para caracterizar o acidente de trânsito, desde que o óbito, invalidez permanente ou despesas médicas estejam relacionadas ao acidente, enquanto que, para o SUS, estas mortes só são contabilizadas caso o óbito ocorra em até 30 dias do acidente”, diz a seguradora.
 

Entenda o cálculo
 

Nas estatísticas divulgadas trimestralmente pela Seguradora Líder DPVAT, são levadas em consideração as indenizações pagas no período analisado, e não os acidentes que aconteceram no período.
 

Além disso, as vítimas têm o período de até três anos após a ocorrência do acidente para solicitar o benefício.
 

Cada estudo apresenta um recorte diferente sobre os acidentes de trânsito. Para a Seguradora Líder DPVAT, todos estes estudos são importantes para mostrar à sociedade os riscos do trânsito brasileiro e servir de alerta para uma melhor direção e cuidados para pedestres e motociclistas.
 

O Portal do Trânsito entrou em contato com o Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) para saber sobre a opinião deles a respeito desses números. Segundo o órgão, a “Líder Seguradora seria o lugar mais apropriado para obter as informações”.

 

Fonte: Portal do Trânsito


Comente:

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!