Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


Instituto Avante Brasil lança Campanha Zona 30: menos velocidade, mais vida

Instituto Avante Brasil lança Campanha Zona 30: menos velocidade, mais vida

Objetivo é estimular a implantação de zonas com limite de velocidade de 30 km/h em vias urbanas onde o fluxo de veículos, motocicletas, pedestres e ciclistas é intenso. Apoie a campanha: www.zona30.com.br

 

Menos velocidade, mais vida. Este é o objetivo da campanha do Instituto Avante Brasil (iAB) pela implantação de zonas com limite de velocidade de 30 km/h em vias urbanas onde o fluxo de veículos, motocicletas, pedestres e ciclistas é intenso. A iniciativa tem por escopo disseminar uma perspectiva sustentável para a preservação de vidas no trânsito, que respeite a convivência entre a sociedade e os diversos meios de transporte.

 

A adoção de Zonas 30 é capaz de proporcionar uma queda média de 25% no número de acidentes de trânsito, segundo estudo realizado pelo instituto holandês SWOV – Institute for Road Safety Research. Além de mais seguras, essas áreas oferecem melhor qualidade de vida a todos que por ali circulam: há redução acentuada nos índices de poluição sonora e do ar, bem como aumento da vitalidade social e econômica nos bairros.

 

Somente este ano, cerca de 48 mil pessoas perderão suas vidas no trânsito brasileiro, o que significa 1 morte a cada 11 minutos, segundo projeção realizada pelo iAB com base nos dados do DATASUS (Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde), do Ministério da Saúde.

 

Vamos todos impedir que esses números se multipliquem! Participe já dessa campanha pela preservação de vidas. Acesse o nosso site e assine a petição para que a ideia seja disseminada em todo o Brasil: www.zona30.com.br

 

Zona 30 no Brasil e no mundo

A primeira cidade a implantar a Zona 30 foi Buxtehude, na Alemanha, em 1983. A partir daí, muitas cidades da Alemanha, França, Bélgica, Itália, Holanda, Áustria, Reino Unido, Dinamarca aderiram. Bruxelas, na Bélgica, é uma das cidades com maior trecho único de Zonas 30 da Europa. São 4,6 km de ruas que só podem ser transitadas a 30 km/h. Barcelona completou, em 2010, mais de 200 km de Zonas 30. Em Londres, essas áreas foram responsáveis por uma queda de 40% no número de acidentes. Na Bélgica a redução foi ainda maior: 72%.

 

Em Setembro de 2011, o Parlamento Europeu fez a recomendação para que todas as cidades aderissem ao projeto e, em 2012, uma iniciativa popular pediu que a União Europeia instituísse como lei, em todo seu território, a Zona 30.

 

No Brasil, a primeira cidade a aderir foi o Rio de Janeiro, com a implementação dessas zonas em Copacabana e Ipanema. Logo depois, o projeto expandiu-se para outros bairros. Ilha Solteira, em São Paulo, também já aderiu à Zona 30.

 

Foi divulgado esta semana que a Prefeitura de São Paulo estuda adotar “zonas 30″ na capital. Por meio do sistema, bairros inteiros passarão a ter velocidade máxima de 30 km/h.

 

Sobre o iAB

Presidido pelo jurista Luiz Flávio Gomes, o Instituto Avante Brasil – Instituto da Prevenção do Crime e da Violência é uma entidade sem fins lucrativos que tem por escopo facilitar o acesso às informações e pesquisas sobre os mais diversos temas acadêmicos e científicos.

 

O iAB nasceu para realizar estudos, criar fontes de dados, acompanhar e avaliar as diversas políticas adotadas e implementadas pelas autoridades e, sobretudo, contribuir para a elaboração de políticas públicas nas suas áreas de atuação.

 

Fonte: Instituto Avante Brasil

Veja meu vídeo sobre a Campanha Zona 30: Menos velocidade, mais vida.

 


Comente:

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!