Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


DESTRUIÇÃO EM POUCO TEMPO

DESTRUIÇÃO EM POUCO TEMPO

É difícil entender porque o Parque do Forte, local que já foi chamado com orgulho, pelos frequentadores e visitantes, de ‘Lugar Bonito’, pode ter chegado ao ponto que chegou.

 

São tantos os problemas, atuais e de mais tempo, que enumerá-los seria construir uma lista enorme que poderia afastar ainda mais os responsáveis das providencias que eles, esses responsáveis, teriam que tomar.

 

Além do aspecto físico do Parque, também tem o aspecto moral, abalado em quase todos os pontos, desde a prostituição até à violência física, que afastam, a cada dia, aqueles que sempre pretenderam fazer dali o seu principal local de lazer e onde havia identificação com a cidade e o seu povo.

 

O Parque do Forte está mal cuidado. Entregue à própria sorte e à disposição dos vândalos que, atualmente, destroem o que resta sem piedade ou respeito com a coisa pública, sem temer a fiscalização ou as ordens das autoridades, simplesmente porque já perceberam que não estão se importando com o que é feito ou deixado de fazer.

 

Mas isso não pode continuar assim. Precisa ser dado um basta por quem de direito, exatamente aquele que tem a responsabilidade de manter o que é da população em condições para que essa população usufrua de tudo o pode ser oferecido.

 

Luminárias destruídas, lâmpadas arrancadas com bocal e tudo, calçada quebrada, muro de proteção sem manutenção, lixo por toda parte, gramado substituído por um capinzal, modificação de uso e tantas mazelas que permite que os malfeitores possam imaginar que se encontram em um ambiente que é deles e que podem dispor quando quiserem.

 

Um caso a parte a administração do Parque do Forte!

 

Na outra parte da praça, as academias ao ar livre sem qualquer monitor, todas abandonadas, ocupadas por desocupados, que ali aproveitam o que resta, dando a impressão que querem mostrar quem manda no “pedaço”.

 

Devido à majestade do local, a imponência de cada parte do Parque, não dava para imaginar tamanha destruição em tão pouco tempo.

 

Por Josiel Alcolumbre


Comente:

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!