Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


'Bico oficial' de PMs de São Paulo vai passar a funcionar à noite

'Bico oficial' de PMs de São Paulo vai passar a funcionar à noite
 
O "bico oficial" de policiais militares agora também vai funcionar à noite. Cerca de 1.300 homens da Polícia Militar serão destacados para trabalhar para a prefeitura na fiscalização de casas noturnas, reclamações de barulho e patrulhamento de locais públicos.
 
O acordo foi assinado ontem pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) e pelo prefeito Fernando Haddad (PT). Em funcionamento desde 2009, a Operação Delegada era destinada exclusivamente ao combate a camelôs.
 
Para Haddad, a ampliação da atividade é necessária para dar um uso melhor aos recursos públicos. A prefeitura gasta anualmente cerca de R$ 150 milhões para pagar os policiais que, em suas horas de folga, são destacados para atuar fardados em atividades de responsabilidade do município. Cada policial recebe um ªextraº da prefeitura de até R$ 1.894 por mês. Para oficiais, o valor pode chegar a R$ 2.526.
 
Atualmente são 3.898 homens no "bico oficial". Haddad disse que não haverá necessidade ampliação do efetivo, mesmo com o deslocamento de cerca de um terço dos policiais para a noite.
 
"Neste momento não há necessidade de ampliação porque eu estava com todo efetivo para combate ao comércio ambulante, uma coisa que já está encaminhada, e esse surto de violência não estava tendo uma resposta nossa complementar à do Estado", disse o prefeito.
 
À noite, os policiais vão atuar especialmente nos cinco distritos com indicadores criminais mais preocupantes, na avaliação da prefeitura. Entre eles estão M'Boi Mirim, Jardim Ângela (ambos no extremo sul) e São Mateus (extremo leste de São Paulo).
 
"Na maioria dos casos, o crime acontece à noite e aos finais de semana, e nós estávamos com 100% do contingente atuando durante o dia útil", disse o prefeito.
 
Uma das preocupações da prefeitura é com os parques municipais. Há casos de parques, especialmente nos extremos da cidade, onde ocorrem estupros e servem até de local de "desova" de corpos.
 
Parte dos policiais que atuarão à noite será destacada para o patrulhamento de parques e praças da prefeitura.
 
Já os homens do Corpo de Bombeiros que fazem parte da Operação Delegada vão atuar na fiscalização da segurança de casas noturnas.
 
Os policiais também vão atuar no Psiu (Programa de Silêncio Urbano) no período noturno. O barulho está entre as principais reclamações dos paulistanos. (Folha de São Paulo)
 
Fonte: uniblogbr

Comente:



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!