Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


TANTOS PROBLEMAS

TANTOS PROBLEMAS

A população está inquieta e insegura com relação aos acontecimentos do final de semana e tem razão de sobra para isso.

Afinal quem teria a responsabilidade de avisar que lá na Rússia um meteoro de 17 metros de diâmetro, entraria na atmosfera terrestre, se romperia em milhares de meteoritos e cairia na terra causando lesões em mais de mil pessoas?

Por aqui, mesmo com o governador do Estado, não tendo a unanimidade no apoio popular para repassar para as escolas de samba um valor significativo dos recursos públicos, alguém esperaria que fosse levantada uma hipótese que poderia levar a prejuízos incalculáveis para o carnaval e para as relações entre os que fazem e os que patrocinam o evento?

Nem os mais descuidados poderiam abrir tanto o leque de possibilidades onde coubesse tamanha irresponsabilidade.

Mas estão ai mais uma vez, os dirigentes das escolas de samba e da liga, tendo que enfrentar uma onda de desconfiança que prejudica todos os apoios que poderiam ser dados ao carnaval e dos quais o carnaval precisa.

Se não houver cuidado, as possibilidades são grandes em cometer injustiça com aqueles que trabalham sério e que estavam esperando um bom resultado do evento; mas não pode esse cuidado, ser usado como cortina para encobrir os erros que são cometidos e, cada vez mais, em situações tão graves que abatem o ânimo dos mais perseverantes defensores do projeto para o carnaval.

Talvez algumas pessoas precisem dar um tempo, serem afastadas do carnaval, a partir dos próprios dirigentes, principalmente das escolas, para que não se instale um clima de desconfiança e que prejudique a todos.

Outra vez a iminência de tudo recomeçar na sala de audiência de uma das varas do judiciário amapaense é uma realidade.

Enquanto for assim, os causadores dos problemas vão continuar produzindo as irregularidades, acobertados sabe lá por quem, ou servindo de agentes infiltrados, sabe lá de quem, dispostos a melar a competição.

Para o carnaval se constituir em um ambiente de negócio sério e de interesse do Estado, precisa transitar em outro ambiente, com outras pessoas, com outras propostas e agindo responsavelmente. Quem sabe, a partir daí, possa ressurgir o verdadeiro carnaval amapaense.

 

Por Josiel Alcolumbre


Comente:

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!