Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


Os bastidores da política são sempre interessantes

Os bastidores da política são sempre interessantes

 

Na maioria das vezes o que se apresenta a sociedade como imagem de capa de um feito político nada mais é que uma foto para pose, pois na verdade o que está acontecendo é totalmente o contrário, isso nos faz lembrar o pacto da não agressão em 1939 entre União das Repúblicas Socialistas Soviéticas e a Alemanha, quando Stalin e Hitler assinaram um acordo de não agressão e de neutralidade, no entanto, ambos queriam ganhar tempo para se prepararem para atacar um ao outro posteriormente, o que aconteceu no desenrolar da II Guerra Mundial. A política é assim dessa forma, não deveria, mas infelizmente funciona dentro desse norteamento, lógico que isso não é uma regra geral.

 

As forças políticas tentam a todo custo e dentro do dialogo buscar o entendimento, isso nos reporta o pensamento grego que defendia a dialética, o debate inteligente, a discussão política tendo como base a arte do diálogo. Isso é importante para construir uma sociedade democrática no sentido lato da palavra. Haja vista a política e os políticos serem dentro da democracia os melhores instrumentos de transformação social. Os poderes e os grupos políticos que detém esses poderes tentam arranjos possíveis, até legais, mas por vezes imorais e antiéticos com o intuito da manutenção do status quo, e a disputa se dão sempre nos bastidores, entre os reacionários e os que pregam e defendem novas ideias, mudanças de atitudes que objetivem atender a demanda da coletividade, se bem que os interesses de grupos e particulares têm suas influências nesse processo.

 

Em terras Tucujus não é diferente, e pelo que observamos a engenharia política dos poderes, e nos referimos a todos e em todas as esferas, o que surge é algo mais tranquilo, de entendimento e paz, mas como falou Magalhães Pinto: Política é como nuvem. Você olha e ela esta de um jeito. Olha de novo e ela já mudou. Não revelaremos os bastidores, deixaremos a curiosidade permear a mente de cada um e cada uma, no entanto, estaremos orando, rezando e nos comunicando com Deus a nossa maneira para que o passado fique onde está, e que não se concretize a tormenta prevista nos bastidores. Pois o povo quer trabalho, quer entendimento, quer ser bem tratado.

 

 

Alex João Costa Gomes - Bacharel e Licenciado em História (UNIFAP 2001); Policial Militar e ex-Diretor-Presidente do DETRAN-AP


Comente:

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!