Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


Governo inicia parceria com as associações de bairros de Macapá

Secretária de Inclusão e Mobilização Social, Cláudia Capiberibe, elogiou a iniciativa das lideranças comunitárias e garantiu apoio do Executivo. Veja mais imagens aqui.

Da Redação

Agência Amapá

 

A aproximação do Governo do Estado com entidades comunitárias de Macapá promete dar mais celeridade na resolução dos problemas que afetam a população da capital amapaense. A relação deu o primeiro passo neste domingo, 3, durante o 1º Seminário das Associações de Moradores de Macapá. O evento ocorreu na sede da União dos Negros do Amapá.

Do encontro nasceu uma nova organização, o Conselho das Associações de Bairros de Macapá. A nova entidade foi eleita com o objetivo de unificar a representatividade do movimento comunitário e estreitar, de forma mais organizada, as relações com o Executivo estadual e Legislativo municipal, além do Ministério Público. Paralelamente ao evento, foi lançado o projeto Garota dos Bairros, que apresentou jovens candidatas ao título. O Congresso também debateu uma lista de prioridades a serem tratadas com o Poder Público.

O presidente do Conselho Nacional das Associações de Moradores, Vanderlei Gonçalves, enfatizou o alinhamento entre o poder e a comunidade como forma de união em benefício da população. "Essa nova entidade que será criada não deve ser uma organização 'chapa-branca', mas também não deve atuar com radicalismo. As manifestações só devem começar quando a última possibilidade de entendimento com o Poder Público se esgota. Portanto, se a comunidade estiver de mãos dadas com os governos, os anseios da comunidade serão ouvidos", ponderou Gonçalves.

A secretária de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS), Cláudia Camargo Capiberibe, que representou o governador Camilo Capiberibe no encontro, elogiou a iniciativa das lideranças comunitárias e disse que o Executivo amapaense está aberto às reivindicações dos moradores.

"O governador Camilo considera fundamental um canal de comunicação mais direto possível com a comunidade, até porque o governo dele é participativo. Portanto, o surgimento dessa nova entidade vai nos ajudar a tomar conhecimento mais rápido dos problemas que têm para serem sanados na capital amapaense", avaliou.

Ela também fez um resumo das ações de governo para melhorar a qualidade de vida de quem reside em Macapá, em especial ao segmento da habitação.

"O governo já trabalha para dar mais dignidade de moradia ao macapaense. Estamos em fase final de edificação do conjunto Macapaba, que vai dar moradia digna a mais de quatro mil e trezentas famílias de baixa renda. A primeira metade do residencial será entregue este ano. O conjunto do bairro Congós, que vai tirar crianças e adultos de condições precárias em que moram nas áreas de ressaca, também já bastante adiantado e a previsão de inauguração é no final de 2013. Já o conjunto Aturiá será entregue em janeiro de 2014", lembrou.

 

Elder de Abreu/Secom


Comente:

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!