Podemos construir um mundo melhor, isso só depende de cada um de nós.


PARABÉNS MACAPÁ

06/02/2013 10:19

 

Estamos em festa. Macapá completa 255 anos de fundação, como a quinta cidade mais rica da Amazônia com 3% do Produto Interno Bruto regional, 380 mil habitantes dentro do seu perímetro urbano e com a qualidade de ser a capital do Estado do Amapá.

No dia 4 de fevereiro de 1758, quando foi levantado o Pelourinho na presença do capitão-general do Estado do Grão Pará, Francisco Xavier de Mendonça Furtado, como marco da fundação da vila de São José de Macapá, ficou cravado o compromisso de um povo que, desde o começo, estava disposto a ter, do lado daqui do rio Amazonas, uma comunidade determinada a vencer todos os obstáculos, mesmo que, para isso, tivesse que continuar pagando com sacrifícios, o compromisso de defender o Brasil e construir um local que poderia ser referência social para o povo brasileiro.

A valentia da gente daqui, de toponímia tupi, uma variação de macapaba, devido às muitas bacabeiras desta região, um dos principais responsáveis pela vigor do povo do local, vem, ao longo dos anos, mostrando às gerações, a capacidade de se adaptar às realidades contemporâneas, sem perder duas de suas principais características: a confiança sem si mesma e a confiança naqueles que chegam para participar da construção de uma cidade viva e alegre.

Brancos, pardos, pretos, amarelos e outras etnias fazem da comunidade macapaense uma perfeita mostra da nação brasileira e classificada como mais feliz, mais compreensiva e mais esperançosa.

Nem mesmo as dificuldades que os macapaenses já enfrentaram ao longo de dois séculos e meio – desde a fundação da vila –, foi suficiente para esmorecer, desconfiar que não desse certo e abalar a valentia dos que nasceram aqui e que foi agigantada com a determinação daqueles que para cá vieram.

Todos nós, trabalhadores e estudantes, crianças e adultos, filhos naturais ou adotivos da cidade, homens e mulheres, todos mesmos, somos responsáveis, agora, pelo compromisso assumido por todos os presentes na Praça que hoje se chama Veiga Cabral, mas que antes fora Praça São Sebastião, na ocasião da fundação de Macapá, para que fosse construído um lugar bom para todos viverem, felizes e com dignidade, uma cidade com acolhimento para seus habitantes e um exemplo para a Região e para o Brasil.

 

Agradecidos pelos que até agora participaram da construção da cidade de Macapá, rendemos nossas homenagens e parabenizamos a todos, conclamando que continuem na luta, pois, cada um fazendo a sua parte, poderemos honrar os que muito fizeram e, de certa forma, compensar os que nada fizeram.

Parabéns Macapá!

 

Por Jesiel Alcolumbre

—————

Voltar


Comente:

Nenhum comentário foi encontrado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!